Todos (ou alguns) estão-se a esforçar por uma melhor aprendizagem ao longo da vida, pelo menos é o que os estudos e as tendências demonstram. Especialmente no que diz respeito à transição para modelos de formação presencial, remoto e híbrido.

As organizações continuam à procura de maneiras de otimizar os programas de formação, melhorar a relação com os colaboradores e garantir o desenvolvimento de competências críticas, procurando no mercado ofertas de formação baseadas em competências práticas e de desenvolvimento de negócio em gestão de marketing, tecnologia digital e life & soft skills.

Também é verdade que os modelos de formação presencial aproximam as pessoas, humanizam e criam ´laços`. Constata-se uma fadiga digital. A formação presencial promove um networking mais efetivo, colaboração entre equipas e uma aprendizagem mais interativa.

No entanto, não há programas de formação ´ideais`, podem variar dependendo das necessidades específicas e circunstâncias de cada organização, como a geografia, a posição dentro da estrutura organizacional, os objetivos da formação, entre outros.

O que sabemos é que o futuro se está a aproximar e com ele as principais tendências serão a adaptabilidade, resiliência, pensamento crítico e comunicação eficaz. As pessoas e as organizações líderes devem fomentar autonomia nas suas equipas e proatividade na gestão de tomada de decisões, e tudo isto passa pela capacidade de adaptação a novos processos, tecnologias e modelos de aprendizagem. Nunca esquecendo o bem-estar dos colaboradores e o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal.

É perante estes cenários que não me sinto sozinha. Afinal pode ser através da aprendizagem ao longo da vida que as pessoas, as organizações e os negócios têm a capacidade de permanecerem ágeis e competitivas, através destas ´skills` verdadeiramente consolidadas e com a utilização de uma tecnologia adaptada aos seus desejos.

 

Autora do Artigo:

Carla Viana - CEO People Talent | Vice-Presidente Associação de Marketing Digital | Especialista em Gestão e Administração | Gestora de Marketing

Carla Viana

CEO & DIRETORA EXECUTIVA PEOPLE TALENT – LIFE LONG LEARNING

Especialista em Gestão e Administração & Especialista em Marketing e Publicidade | Docente Ensino Superior

Tem concluída a parte letiva do Doutoramento em Economia da Empresa, tem Mestrado e Pós-Graduação em Marketing e Licenciatura em Gestão de Marketing. Detém o Programa Avançado de Gestão para Executivos pela Universidade Católica Portuguesa. É Doutoranda em Ciências Empresariais, com especialização em Marketing, pela Universidade Portucalense.

Detém os Títulos Académicos: Especialista em Gestão e Administração, por Instituto Politécnico do Porto, Instituto Politécnico de Coimbra e IPAM Porto; Especialista em Marketing e Publicidade, por Conselhos Técnico-Científicos, IADE e IPAM Lisboa; Especialista em Marketing e Publicidade, por Instituto Politécnico de Setúbal, Instituto Politécnico de Lisboa (ESCS) e Instituto Politécnico de Leiria.

Desde 2002 é Docente Universitária do Ensino Superior Público e Particular nas áreas gerais de gestão, marketing, digital, branding, comercial, e serviços de educação executiva. É ainda, desde 2006, Consultora e Formadora Certificada.

Desde 2007, na sua atividade profissional e empresarial tem assumido cargos de liderança e direção em sectores e empresas de prestígio e reconhecimento, referências nacionais nas áreas da gestão e do marketing.

Entre 2015 e 2023 ocupou o cargo de Vice-Presidente da Associação de Marketing Digital.

Atualmente é CEO & Diretora Executiva da marca People Talent – Life Long Learning.

Ver currículo científico na CIÊNCIAVITAE e na ORCID

Partilhe este artigo

Mais People News

  • Por que é que a educação financeira importa para mulheres?

    Por que é que a educação financeira importa para mulheres?

  • Pós-Graduação em Comunicação Digital - Da comunicação escrita à comunicação verbal e de marca

    Pós-Graduação em Comunicação Digital – Da comunicação escrita à comunicação verbal e de marca