Estudo da Michael Page incidiu sobre a escassez de talento em Portugal

42% dos recrutadores considera o aumento das expetativas salariais como a principal razão para a escassez de talento

  • 72,97% dos inquiridos dizem que os perfis em IT/Tecnologia têm sido mais difíceis de recrutar do que há 24 meses.
  • 42% dos inquiridos revela como principal motivo para a escassez de talento no seu setor de atividade é que as expectativas salariais aumentaram demasiado em relação aos anos anteriores.
  • 30% dos inquiridos entende como principal motivo é que os candidatos não têm o perfil certo

Lisboa, 21 de junho, 2023 – A Michael Page apresenta os dados do seu “Estudo Escassez de Talento em Portugal”, que contou com uma amostra de 150 recrutadores de empresas de todas as dimensões em Portugal.

Uma das questões incidiu sobre se o seu setor de atividade perdeu atratividade nos últimos 24 meses: 36% dos inquiridos sente que foi o contrário, ao que o seu setor se tornou mais atrativo; 32% dos inquiridos revela que o seu setor perdeu um pouco a atratividade, mas que continuam a atrair; 22,67% afirma que nada ou pouco mudou; e apenas  9,33% concorda com a questão e afirma que o seu setor se tornou menos desejado o que demonstra que o mercado do recrutamento continua em grande atividade para todos os setores.

Cruzamento dos dados referentes às perguntas “Em que setor de atividade trabalha?” e “O seu setor de atividade perdeu atratividade nos últimos 24 meses?”

Gráfico 1: Cruzamento dos dados referentes às perguntas “Em que setor de atividade trabalha?” e “O seu setor de atividade perdeu atratividade nos últimos 24 meses?”

Na questão “Para cada um dos perfis seguintes diria que é mais difícil recrutar do que há 24 meses?”, o top 3 de perfis que se tem revelado mais difíceis são: IT/Tecnologia (72,97%); Managers (49,32%); e Recém-Diplomados (43,24%). Sem surpresa, os perfis ligados às tecnologias continuam a  ser os mais difíceis de encontrar e os mais procurados seguidos pelas funções de liderança.

: Dados referentes à pergunta “Para cada um dos perfis seguintes diria que é mais difícil recrutar do que há 24 meses?”

Gráfico 2: Dados referentes à pergunta “Para cada um dos perfis seguintes diria que é mais difícil recrutar do que há 24 meses?”

Relativamente aos principais motivos para a escassez de talento: 42,67% entende que o mercado evoluiu – as expectativas salariais aumentaram demasiado; 30% dos candidatos não tinha o perfil correto; 12,67% dos candidatos não se candidataram às vagas apresentadas; 9,33% afirma que faz entrevistas mas os candidatos não parecem adequar-se à cultura da empresa; 1,33% entende que o mercado evoluiu – os candidatos não querem mudar de emprego; 4% identifica outro motivo.

Filipa Silva, Associate Manager, Michael Page, esclarece: “Quando olhamos para um processo de recrutamento, e numa altura de pleno emprego, para algumas áreas de negócio, como a que vivemos, é importante alinhar as expectativas dos dois lados da decisão. Do lado do candidato é importante haver um enquadramento e clareza das suas expectativas não só quanto ao projeto como quanto à empresa, as expectativas salariais e o que procura numa nova empresa. Por outro lado, por parte das empresas a recrutar, é muito importante alinhar as suas expectativas com as circunstâncias e realidade do mercado. Muitas são as vezes em que as empresas procuram o candidato perfeito, que não hesite, e ainda com um desfasamento salarial grande face à realidade do mercado. De forma a alinhar expetativas é importante o papel dos recursos humanos para ajudarem os line managers e administradores e gerir expectativas que levará, principalmente, a uma gestão de tempo e recursos desde logo”. 

Motivos das dificuldades no recrutamento

Gráfico 3: Dados referentes à pergunta “Quais os principais motivos?”

Sobre a Michael Page

A Michael Page é uma das mais conhecidas e respeitadas consultoras de recrutamento do mundo. Estabelecida há mais de 40 anos no Reino Unido, tem atualmente 140 escritórios em 35 países. É líder em recrutamento e seleção especializada de quadros médios e superiores, para projetos de carácter permanente e temporário, sendo constituída por consultores especializados, com formação e experiência profissional nas áreas para as quais recrutam.

Para mais informações sobre o grupo, por favor visite:

https://www.michaelpage.pt/

Partilhe este artigo

Mais People News

  • Por que é que a educação financeira importa para mulheres?

    Por que é que a educação financeira importa para mulheres?

  • Pós-Graduação em Comunicação Digital - Da comunicação escrita à comunicação verbal e de marca

    Pós-Graduação em Comunicação Digital – Da comunicação escrita à comunicação verbal e de marca